Greve no BC continua, privatização da Eletrobras avança e mais

Morning Call 17-01-22
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Morning Call 16-05-22

Morning Call 16-05-22

Brasil

Após encerramento positivo na última semana e descolado dos demais índices globais, o índice futuro do Ibovespa voltou a subir na manhã desta segunda-feira. O mercado aguarda a finalização da temporada de balanços brasileiros, que deve ocorrer entre hoje e amanhã. Novamente não serão divulgados os dados do Banco Central por conta da retomada da greve dos servidores. Durante o final de semana, o presidente do BC recuou na proposta de reajuste de 22%, mas ainda não se chegou a um acordo com o governo federal.

Eletrobras

Durante a tarde, a Câmara deve avançar no debate sobre a privatização da Eletrobras em audiência pública, da qual devem participar membros do Ministério da Economia, Ministério de Minas e Energia e do BNDES, dentre outros. O novo ministro de minas e energia ressaltou que o foco de sua atuação recairá sobre a capitalização da Eletrobras, privatização da PPSA e da Petrobras e o desenvolvimento dos marcos legais.

Leia também:
Top 10 ações melhores pagadoras de dividendos em 2022

EUA

Em semana de agenda de divulgações esvaziada, os agentes do mercado se atentam para os dados mais recentes de vendas no varejo e produção industrial dos Estados Unidos. Hoje, os índices futuros de Nova York amanheceram em baixa à espera das divulgações dos balanços de grandes varejistas durante a semana e o pronunciamento de representantes do Banco Central Americano.

Europa

Na Europa, os principais mercados internacionais amanheceram mistos após a divulgação de novas projeções que acenam para uma desaceleração mais forte da atividade e elevação da inflação para além da meta estipulada pelo Banco Central Europeu. Os investidores também aguardam novas resoluções sobre o conflito do leste europeu após a Suécia e Finlândia anunciarem que devem aderir à OTAN.

Ásia

As bolsas asiáticas encerraram o primeiro pregão da semana sem direção única após divulgações de dados fracos da atividade chinesa. Enquanto os índices de Tóquio e de Hong Kong registraram avanços de 0,45% e 0,26%, respectivamente, o índice de Xangai teve queda de 0,34%. Dados tanto para o varejo quando para a indústria recuaram em abril quando comparados ao mesmo período do ano passado, dando indícios de desaceleração da atividade chinesa em decorrência da adoção da política de “Covid-Zero”. Em Xangai, quase 100% dos distritos não registraram novos casos de Covid-19 fora das regiões em quarentena.

Balanços

A temporada de balanços se aproxima do fim e, nesta segunda-feira, devem ser divulgados os resultados corporativos do 1º trimestre da gigante petrolífera Aramco, da companhia aérea Ryanair e das empresas financeiras Mitsubishi UFJ Financial Group e Nu Holdings. No Brasil, aguarda-se a divulgação dos balanços da Ambipar, Ânima, Eletrobras, Magazine Luiza, Itaúsa, Banco Inter, Gafisa, Alliar, Oncoclínicas, Hapvida, Vibra Energia, Equatorial Energia, Helbor e Unipar.

Além do Morning Call de 16-05-22, acompanhe as notícias e análises de mercado pelo nosso canal do Telegram.

Inscreva-se no nosso canal no Telegram

Acompanhe notícias e análises diárias do mercado financeiro.

Leia mais

Leia mais

Morning Call 17-05-22

Inflação recua 0,68% em julho

Morning Call 09-08-22 Brasil Sem grandes agitações no cenário internacional, o índice Bovespa seguia sua trajetória de valorização pela manhã, retomando a casa dos 109 mil pontos. Em dia de importantes divulgações para a economia

Morning Call 17-05-22

Rússia suspende fluxo de petróleo em oleoduto na Europa

Morning Call 10-08-22 Brasil Descolado dos mercados internacionais, o índice Bovespa registrou sua sexta alta consecutiva no dia de ontem, avançando 0,23%, puxado pelo bom desempenho das blue chips brasileiras. O mercado ainda digere os

Morning Call 17-05-22

Nos EUA, resultado do CPI vem abaixo do esperado

Morning Call 11-08-22 Brasil O principal índice da bolsa brasileira registrou a sétima alta consecutiva no pregão da última quarta-feira, retomando a casa dos 110 mil pontos, maior patamar verificado desde junho. O dólar também