Inflação derruba mercados do Brasil, EUA e Europa

Morning Call 17-01-22
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Morning Call 13-04-22

Morning Call 13-04-22

Brasil

A principal referência da bolsa brasileira encerrou o pregão de ontem em queda pelo terceiro dia consecutivo, seguindo o desempenho ruim dos mercados internacionais. Além da nova disparada do petróleo após flexibilização das restrições chinesas, os dados para a inflação ao consumidor norte-americano derrubaram as bolsas de Nova York após registrar maior aceleração em 40 anos. O dólar voltou a recuar, fechando em R$ 4,67. Pela manhã, o Ibovespa Futuro e o dólar avançavam.

Europa

As principais bolsas do continente amanheceram em queda diante de temores com a inflação mais persistente. Além da divulgação do CPI americano, a taxa de inflação ao consumidor da Inglaterra registrou seu maior patamar desde 1992, subindo para 7% em março, no acumulado de 12 meses. Também serão conhecidos os dados para a produção industrial da Zona do Euro e, amanhã, o Banco Central da Europa se reunirá para decidir a nova trajetória da política monetária.

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam esta quarta-feira sem direção única, após novos recordes de casos serem registrados em Xangai e dados para a balança comercial chinesa decepcionarem os investidores. Na China, o índice Xangai Composto recuou 0,83% após recorde diário de casos colocar em xeque as medidas de flexibilização que vinham sendo implementadas. Também, a queda nas importações chinesas preocupou o mercado, que já teme uma atividade mais fraca para o país. Do lado positivo, o índice de Hong Kong avançou 0,26% e o índice japonês saltou 1,93%.

EUA

Os índices futuros de Nova York amanheceram sem direção única, próximos à estabilidade, após dados para a inflação norte-americana de março derrubarem as bolsas no pregão de ontem. Apesar da inflação ao consumidor vir em linha com o consenso do mercado, o índice avançou ao seu patamar mais elevado em 40 anos, saltando a 8,5% no acumulado de 12 meses. Os destaques negativos ficaram por conta dos preços de energia e alimentos, impactados diretamente pela guerra entre Rússia e Ucrânia, mas, no núcleo, tivemos uma surpresa baixista puxada pela queda dos preços de veículos usados. Hoje, teremos a divulgação da taxa de inflação ao produtor e a divulgação de alguns balanços empresariais importantes referentes ao primeiro trimestre do ano.


Proteja sua carteira da alta dos preços:
Confira 6 investimentos atrelados à inflação para se proteger da alta do IPCA

Comércio

O volume de vendas no varejo cresceu 1,1% no mês de fevereiro, de acordo com o IBGE, registrando a segunda alta consecutiva. O índice se encontra 1,2% acima do patamar pré-pandemia, com recuo de 0,1% no ano e avanço de 1,7% nos últimos 12 meses. O setor de livros, jornais, revistas e papelaria avançou 43%, porém o real impacto veio dos setores de combustíveis (5,3%) e de móveis e eletrodomésticos (2,3%).

Petrobras

Após recentes confusões a respeito dos nomes a serem indicados para o comando da Petrobras, os acionistas da estatal devem se reunir hoje à tarde, na Assembleia Geral Ordinária, para delegar sobre a indicação de José Mauro Ferreira Coelho para o Conselho de Administração e à presidência da empresa, substituindo o general Joaquim Silva e Luna.

Itaú

O Itaú Unibanco anunciou uma joint venture com a Totvs, em acordo de mais de R$ 1 bilhão, denominado, a princípio, de Totvs Techfin. A parceria tem como objetivo distribuir e ampliar os serviços financeiros ligados à plataforma de gestão da Totvs, com uso intensivo de dados. Cada parte terá participação em 50% do capital social.

Balanços

A temporada de balanços americana para o primeiro trimestre do ano teve início nessa semana e hoje teremos a divulgação de alguns resultados importantes. Os grandes bancos J.P. Morgan e BlackRock e a Delta Air Lines são alguns dos destaques desta quarta-feira.

Além do Morning Call de 13-04-22, acompanhe as notícias e análises de mercado pelo nosso canal do Telegram.

Inscreva-se no nosso canal no Telegram

Acompanhe notícias e análises diárias do mercado financeiro.

Leia mais

Leia mais

Morning Call 17-05-22

Ibovespa retoma sequência de altas

Morning Call 12-08-22 Brasil O índice Bovespa interrompeu sua sequência de sete pregões em alta na última quinta-feira, recuando 0,47% e fechando abaixo dos 110 mil pontos. O dólar também retomou sua alta, após semana

Morning Call 17-05-22

Prévia do PIB salta 0,69% em junho, acima das projeções

Morning Call 15-08-22 Brasil Após bons resultados econômicos domésticos e internacionais na semana passada, o principal índice da bolsa brasileira disparou quase 6%, fechando o pregão da sexta-feira acima dos 112 mil pontos. Pela manhã,

Morning Call 17-05-22

Petrobras anuncia 3º corte na gasolina

Morning Call 16-08-22 Brasil Apesar do maior pessimismo com a economia global, a bolsa de valores brasileira deu continuidade a sua trajetória recente de altas, encerrando acima dos 113 mil pontos, enquanto as taxas futuras