EUA e UE estudam sancionar ainda mais a Rússia

Morning Call 17-01-22
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Morning Call 07-03-22

Morning Call 07-03-22

Bolsa

O Ibovespa Futuro operava nesta manhã com queda de 0,52%, aos 114.840 pontos. Seguindo as negociações da Europa e os futuros americanos, o principal índice do mercado futuro brasileiro caía com as preocupações sobre a economia mundial e a inflação mais forte que o esperado, com o avanço dos preços de energia.

EUA e UE estudam sancionar ainda mais a Rússia

Em meio à guerra russo-ucraniana, os preços do gás natural provindo da Rússia dispararam em cerca de 20 vezes em território europeu. O preço do gás registrou o patamar recorde de €345,00 por megawatt-hora, enquanto o continente europeu depende da Rússia para 40% do seu abastecimento de gás. Por outro lado, o secretário dos EUA, Anthony Blinken, afirmou que há um movimento forte para a proibição de importação de petróleo russo, tanto por parte do governo americano quanto por parte da União Europeia, o que fez o Brent atingir recorde desde 2011 e o WTI, desde 2008.

ONU registra recorde nos preços mundiais de alimentos 

Na sexta-feira (04), a agência de alimentos da ONU divulgou dados a respeito dos preços mundiais de alimentos, que registraram um recorde em fevereiro, crescimento de 24,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. A alta foi liderada por um aumento nos óleos vegetais e laticínios. Os preços mais altos contribuíram para um aumento mais amplo da inflação à medida que as economias se recuperam da crise do coronavírus, e a FAO (sigla em inglês para Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) alertou que os custos mais altos estão colocando em risco as populações mais pobres em países dependentes de importações.

Leia também:
O que é estagflação e por que todo mundo está falando disso?

Moeda

O mercado de câmbio operava em queda frente ao real nesta manhã de segunda-feira, com o agravamento da situação entre a Ucrânia e a Rússia. As moedas europeias eram as mais penalizadas, com a maior perspectiva inflacionária em território europeu preocupando os investidores do continente.

Europa

Registrando o menor patamar nos últimos 12 meses, os índices europeus correspondiam às preocupações dos investidores com a alta nos preços do gás natural e a uma possível proibição à importação de petróleo russo. Os temores sobre o avanço da inflação em solo europeu, que já bate recorde desde a criação do euro, também trazem preocupações aos investidores sobre o crescimento econômico da zona do euro.

Ásia

Os mercados asiáticos operaram em queda unânime nesta manhã, registrando patamar mínimo desde outubro de 2020. As altas nos preços das commodities e o agravamento da crise ucraniana foram os principais motivos para incerteza dos investidores, apesar das metas econômicas chinesas divulgadas pelo governo chinês indicarem que haja um incentivo por parte do mesmo.

*Conteúdo elaborado pela Inside

Além do Morning Call 07-03-22, acompanhe as notícias e análises de mercado pelo nosso canal do Telegram.

Inscreva-se no nosso canal no Telegram

Acompanhe notícias e análises diárias do mercado financeiro.

Leia mais

Leia mais

Morning Call 17-05-22

Inflação recua 0,68% em julho

Morning Call 09-08-22 Brasil Sem grandes agitações no cenário internacional, o índice Bovespa seguia sua trajetória de valorização pela manhã, retomando a casa dos 109 mil pontos. Em dia de importantes divulgações para a economia

Morning Call 17-05-22

Rússia suspende fluxo de petróleo em oleoduto na Europa

Morning Call 10-08-22 Brasil Descolado dos mercados internacionais, o índice Bovespa registrou sua sexta alta consecutiva no dia de ontem, avançando 0,23%, puxado pelo bom desempenho das blue chips brasileiras. O mercado ainda digere os

Morning Call 17-05-22

Nos EUA, resultado do CPI vem abaixo do esperado

Morning Call 11-08-22 Brasil O principal índice da bolsa brasileira registrou a sétima alta consecutiva no pregão da última quarta-feira, retomando a casa dos 110 mil pontos, maior patamar verificado desde junho. O dólar também