Análise de mercado: 2º semestre de 2021

Acompanhe os principais fatores que impactaram a carteira dos investidores por meio da nossa análise de mercado do 2° semestre de 2021.
análise de mercado 2021
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

No último dia de funcionamento da bolsa no ano, 30 de dezembro, o Ibovespa apresentou resultado positivo, compensando uma semana de baixas, arrematando alta de 0,69%. No dia, o índice ainda ultrapassou os 105 mil pontos, mas fechou aos 104.822. 

O mercado brasileiro espelhou o resultado positivo das bolsas americanas, que tendem a performar bem nos últimos dias do ano. As ações com melhores desempenhos foram a Meliuz (CASH3), Sul América (SULA11) e Magalu (MGLU3), esta que obteve o pior resultado do ano. As principais baixas ficaram com Marfrig (MRFG3), Positivo Tecnologia (POSI3) e Itaú Unibanco (ITUB4). 

O dólar também deu uma aliviada, com baixa de 2,41%, refletindo uma aceleração da curva de juros na semana.

Dezembro: análise de mercado

No mês, o índice teve o primeiro resultado positivo desde julho, encerrando dezembro com alta de 2,85%. Ainda, apesar da alta, o Ibovespa fechou o ano com o pior resultado desde 2015, com queda de quase 12%.

Os eventos que guiaram a bolsa em dezembro foram a disseminação da nova variante Ômicron, com as autoridades se desdobrando para entender seus efeitos sobre a atividade, e a intensificação do processo de contração monetária. Nesse último mês, o câmbio também colaborou para o resultado positivo, recuando 1,06%  e encerrando o ano em R$ 5,58, com um fluxo positivo de capital estrangeiro entrando na bolsa.

Na renda variável, a Brasken (BRKM5) apresentou a maior valorização, na casa dos 30%, seguida pela Embraer (EMBR3) e Minerva (BEEF). De destaque negativo, tivemos, após um semestre muito desfavorável, o Banco Inter (BIDI11 e BIDI4) ocupando mais uma vez os dois piores desempenhos do mês, com quedas de 21,14% e 20,17%, respectivamente.

2° Semestre de 2021: análise de mercado

O índice, que teve um primeiro semestre positivo, atingindo sua máxima histórica em 6 de junho, chegando aos 130.776 pontos, enfrentou um segundo semestre muito mais turbulento. Após cinco meses seguidos de queda, o Ibovespa novamente encostou nos 100 mil pontos em 1º de dezembro e fechou o semestre aos 104.822, com tombo de 17,33%.

As grandes varejistas Via (VIIA3) e Magalu (MGLU3) foram as empresas que obtiveram os piores resultados nos últimos seis meses, assim como no ano, com quedas de 66,75% e 65,85% respectivamente, seguidas pelo Banco Inter (BIDI11), que, após um primeiro semestre de ganhos expressivos, com a segunda melhor valorização, caiu 63,26%.

Leia também:

Melhores investimentos para 2022 de acordo com cada perfil

Investimentos 2022: dá pra aprender com as piores e melhores ações de 2021?

Olhando para as altas, o destaque positivo ficou por conta das empresas do setor alimentício, com altas de 38,3% para a JBS (JBSS3) e 29,75% para a Marfrig (MRFG3), além da valorização de 31,53% da Embraer (EMBR3), cujos papéis tiveram o melhor desempenho no ano, com crescimento de 180,45%. 

Acompanhe seus investimentos

Se você ainda não tem o app do Gorila, baixe agora para te ajudar a consolidar seus investimentos! Você também pode acessar sua carteira pelo desktop.

análise de mercado
Dashboard do Gorila traz a rentabilidade de todos os investimentos cadastrados podendo comparar o resultado com os principais benchmarks do mercado

Siga nossas mídias sociais para ficar por dentro desse e outros assuntos do mercado:  Facebook, Instagram, Twitter , LinkedIn e Telegram

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais

Leia mais

Morning Call 17-01-22

Focus ajusta projeção da SELIC

Morning Call 10-01-22 Bolsa A Bolsa de Valores operava em queda de 0,65% pela manhã, a 102.030 pontos, acompanhando as principais operações nas bolsas mundiais.