Top 10 ações melhores pagadoras de dividendos em 2020 - Gorila

Artigos

Top 10 ações melhores pagadoras de dividendos em 2020


Quer saber quais foram as melhores pagadoras de dividendos da bolsa de valores? Confira o levantamento realizado pelo Gorila em 2020.

06/01/2021

Quem não gosta de investir e receber dividendos que pingam na sua conta de vez em quando? O Gorila fez um levantamento para descobrir quais ações foram as melhores pagadoras de dividendos durante o ano de 2020 que fazem parte do índice Ibovespa. Curiosos? É só continuar a leitura para saber se alguma delas faz parte da sua carteira de investimentos.

Lembrando que dividendos são partes do lucro de uma empresa distribuídos entre seus acionistas. Ele é um dos grandes atrativos de quem investe em renda variável, sendo que o valor distribuído vai de acordo com a quantidade de papéis que você possui. Além disso, os valores recebidos em um ano não necessariamente se repetem no ano seguinte, visto que depende do resultado das empresas. 

Vale dizer que através do Gorila você acompanha os eventos corporativos, como pagamento de dividendos e JSCP (juros sobre capital próprio), de um jeito simples e organizado num só lugar. 

melhores pagadoras de dividendos
Ferramenta Eventos da Carteira no Gorila mostra os proventos das ações, quantidade, valor e data de pagamento de cada um deles

Quais são os tipos de proventos?

Além dos dividendos, as empresas também podem distribuir seu lucro aos acionistas através dos Juros Sobre Capital Próprio (JSCP). A diferença é que este tipo de provento é considerado como uma despesa para a companhia e o investidor precisa pagar 15% de Imposto de Renda retido na fonte sobre o valor recebido.

Os dividendos não são tributados, porém há discussão em jogo. Saiba mais lendo o artigo que fizemos sobre a tributação de dividendos

Os proventos ainda podem ser distribuídos através de bonificações e direitos de subscrição. Confira o artigo sobre eventos corporativos para saber mais sobre como eles funcionam. 

Top 10 ações melhores pagadoras de dividendos do Ibovespa

O Gorila levantou, entre as empresas que compõem o Ibovespa (atualmente, 81 ativos de 78 empresas), quais foram as melhores pagadoras de dividendos, levando em consideração o Dividend Yield (DY), que mostra a relação entre os dividendos pagos e o valor de cada ação. 

Os dados estão relacionados aos valores que os clientes cadastrados em nossa plataforma receberam ao longo de 2020, somados dividendos e JSCP. Lembrando que só recebe os proventos quem deter o papel até a Data Com informada no comunicado da empresa. Após essa data, o investidor não tem direito. 

Confira!

melhores pagadoras de dividendos
Tabela com as melhores pagadoras de dividendos do Ibovespa

1 – Taesa (TAEE11)

Os acionistas da Taesa (TAEE11), uma das maiores empresas brasileiras de transmissão de energia elétrica, figuram em primeiro lugar do ranking de melhores pagadoras de dividendos do Ibovespa com um Dividend Yield (DY) de 9,58%. Só em dezembro, a companhia distribuiu R$ 54,2 milhões de JSCP aos acionistas.

No terceiro trimestre de 2020 (3t20), a Taesa apresentou em seus resultados um lucro líquido de R$ 631,9 milhões, alta de 76,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

2 – BB Seguridade (BBSE3)

Já as ações BB Seguridade (BBSE3) distribuíram ao longo do ano um dividend yield de 9,33%. Para 2021, o BB pretende lançar novos produtos para melhorar seus resultados financeiros, além de ampliar seus canais de distribuição e base de clientes. 

Para isso, foram criadas três metas: 1) aumentar a penetração de clientes entre os correntistas do Banco do Brasil; 2) aumentar o número e a qualidade da distribuição por meio de outros canais, e 3) realocar recursos de renda fixa para produtos mais cumulativos. 

3 – Telefônica Brasil (VIVT3)

Ao longo de 2020, a Telefônica Brasil (VIVT3) dividiu os lucros com seus acionistas chegando a um DY de 9,08%. A empresa tem uma boa posição competitiva no mercado de rede móvel, com 40% da receita total do setor.

Em dezembro, a empresa anunciou que pagará R$ 1,4 bilhão em dividendos até 31/12/2021. O valor do pagamento dos dividendos será correspondente a R$ 0,710827 por ação e o juros sobre capital próprio será R$ 0,154012. 

4 – Cyrela (CYRE3)

A Cyrela (CYRE3) foi outra empresa de destaque no ranking tendo um DY de 6,26%. Só em dezembro, a companhia pagou R$ 600 milhões em dividendos, sendo R$ 1,560452296 o valor bruto por ação ordinária. 

Além de um forte resultado operacional, a Cyrela obteve ganhos com os IPOs das construtoras Cury (CURY3), Plano&Plano (PLPL3) e Lavvi (LAV3), chegando à marca de R$ 1,15 bilhão de lucro líquido. 

No terceiro semestre, a empresa elevou os lançamentos em 27,3%, enquanto o preço médio do metro quadrado por unidade lançada cresceu 16,2%.

5 – Santander (SANB11)

O setor bancário também se fez presente na lista com units do Santander (SANB11). Ao longo de 2020, quem detém papéis da empresa recebeu R$ 2,80 por ação com um DY de 6,09%. A empresa já anunciou que pagará R$ 665 milhões em juros sobre capital próprio para quem tiver as ações da companhia até o dia 08 de janeiro de 2021. Já tem ela na sua carteira? Ou se interessou? Atenção para a data! 

O valor líquido do pagamento dos proventos será correspondente a R$ 0,072218 por ação

ordinária, R$ 0,079440 por ação preferencial e R$ 0,151658 por unit. O pagamento acontece no dia 01 de fevereiro de 2021. 

6 – CPFL Energia (CPFE3)

A CPFL Energia (CPFE3) é a segunda representante do setor elétrico no nosso ranking com as melhores pagadoras de dividendos em 2020. A companhia obteve um dividend yield de 5,57% por ação. 

O último pagamento de proventos aos seus acionistas ocorreu em 31 de dezembro na forma de dividendos. Foram  R$ 2,1 bilhões em dividendos para quem tinha ações até 27 de julho, correspondendo a um valor de R$ 1,800973 por papel.  

7 – Itaúsa (ITSA4)

Outra ação bem conhecida pelos investidores é a Itaúsa (ITSA4), empresa brasileira que atua no setor bancário e que figura na 7ª posição da nossa lista com um dividend yield de 5,44%.  

Recentemente, o conselho de administração da Itaúsa aprovou a declaração de juros sobre o capital próprio (JSCP) no valor de R$ 0,10165 por ação. Como há incidência de 15% de Imposto de Renda sobre esse provento, o investidor receberá pouco mais de R$ 0,086 por ação da companhia. 

Os JSCP serão pagos aos acionistas até o dia 30 de abril de 2021, com base na posição acionária final do dia 10 de dezembro de 2020. 

8 – Eletrobras (ELET6)

A ELET6 é conhecida pelo mercado financeiro como uma ação preferencial classe B. Quem tem esse papel na carteira não tem direito a voto nas assembleias gerais, porém recebe proventos, que em 2020 totalizaram um dividend yield de 4,86%. 

A Eletrobras é a maior concessionária de energia da América Latina e representa cerca de 30% da capacidade de geração do Brasil e 45% da rede de transmissão no país.

9 – Eletrobras (ELET3)

Já as ações ordinárias da Eletrobras (ELET3), que são mais líquidas do que as preferenciais (ELET6) na B3, pagaram aos seus acionistas um dividend yield equivalente a 4,44%. 

O setor de energia não sofreu tanto com a pandemia da covid-19 por duas razões: a demanda por energia vem se mostrando sólida e, por se tratar de um segmento fundamental, as empresas do ramo ficam de fora das medidas de restrição impostas pelo governo. 

10 – Companhia Energética de Minas Gerais (CMIG4)

Com sede em Belo Horizonte, a Companhia Energética de Minas Gerais S.A. (CMIG4) é uma das principais concessionárias de energia elétrica do Brasil. Ao longo do ano, ela acumulou um dividend yield na casa dos 4,23% por ação, encerrando nosso ranking das melhores pagadoras de dividendos na 10ª colocação.

No dia 30 de dezembro de 2020, a empresa pagou R$ 400 milhões em juros sobre capital próprio para quem detinha as ações da companhia até o dia 23 de dezembro de 2019, e R$ 364,1 milhões em forma de dividendos para quem adquiriu papéis até o dia 31 de julho de 2020. O valor do pagamento dos dividendos foi correspondente a R$ 0,249748 por ação e o JSCP de R$ 0,274312. 

Calculando o Dividend Yield 

Como saber se uma empresa paga bons dividendos? Basta fazer uma simples conta para achar o Dividend Yield. Ele mostra a relação entre os dividendos pagos e o valor de cada ação.

Vejamos a fórmula:

Dividend Yield (DY) = Dividendos pagos por ação / Valor da ação x 100

Agora vamos a um exemplo:

Imagine que o preço atual da ação ABCD3 seja R$ 30 e ela distribuiu R$ 1 de dividendo por ação. O DY será: 1 / 30 X 100 = 3,33%

Quanto maior o Dividend Yield, maior é o valor distribuído pela empresa, em relação ao valor que o acionista paga pela ação. 

Vale dizer que o DY varia de acordo com a oscilação dos preços das ações e também conforme o total de dividendos pagos no período. Dessa forma, se o preço da ação cair, o dividend yield irá subir. 

O que é Data Com e Data Ex?

Quando uma empresa vai distribuir proventos, como dividendos e JSCP, ela também informa a Data Com e Data Ex, sendo que o investidor deve ficar de olho, caso queira entrar naquele momento visando o recebimento dos dividendos. 

A Data Com representa o último dia que o acionista deve ter posição na empresa para poder ter o direito. Já a Data Ex, também conhecida como “ex-dividendos”, é o dia útil seguinte à Data Com e é a data a partir da qual todo investidor que comprar a ação não terá direito a receber o provento anunciado. 

Vale dizer que a data de pagamento pode acontecer no mesmo mês ou se estender por um período maior. Como citamos acima, quem tinha ações da CMIG4 até o dia 23 de dezembro de 2019 só foi receber os juros sobre capital próprio no dia 30 de dezembro de 2020.

Mas basta ficar de olho no anúncio da companhia que todas as datas são definidas. Além disso, depois você acompanha todos esses pagamentos na ferramenta “Eventos da Carteira” no app do Gorila. 

Dividendo alto é um bom sinal?

Segundo a Lei das S/As de 1976 (Lei nº 6.404), as empresas listadas na Bolsa de Valores que tiverem lucro líquido devem distribuir uma porcentagem dele entre os acionistas. Não existe um percentual mínimo obrigatório do lucro que deve ser dividido entre os investidores, mas as empresas costumam distribuir em torno de 25% do lucro líquido ajustado. 

As companhias podem ainda, ao invés de distribuir os dividendos, reinvestir parte do lucro para melhorias internas. É interessante dizer que um dividend yield (DY) alto nem sempre indica bons retornos para o acionista ao longo prazo. O valor do DY é obtido pela divisão dos dividendos pagos por ação pela cotação atual da ação. 

Às vezes, os papéis pagam bons dividendos porque não têm muitas chances de crescimento, como por exemplo as empresas do segmento de energia elétrica por terem limitação de crescimento pelos limites geográficos impostos pela concessão pública desse serviço. 

Já o DY baixo pode ser sinal de que ela está reinvestindo uma parte para o crescimento da empresa. Se aumentar muito num curto espaço de tempo pode indicar que a empresa poderá ter problemas financeiros no futuro. Essa distribuição, às vezes, pode estar sendo paga pelo caixa e não pelos lucros. 

Porém, na hora de avaliar uma ação é preciso olhar não apenas o dividend yield, mas também outros fatores fundamentalistas para entender a saúde financeira da empresa. 

Leia também 

Análise fundamentalista: tudo o que você precisa saber

Confira o significado do código de ações

IPO 2020: conheça os principais destaques do ano

O que é e como funciona o pagamento de dividendos na bolsa de valores?

No Gorila, você acompanha tanto a rentabilidade dos investimentos quanto o pagamento de proventos, além de ficar por dentro dos nossos artigos e descobrir novidades sobre o mercado. 

Gostou de saber quais foram as melhores pagadoras de dividendos em 2020? Então, siga nossas mídias para não perder as próximas matérias: Facebook, Instagram, Twitter , Linkedin e Telegram

O Gorila oferece ferramentas para que você possa entender as opções de investimentos e tomar as melhores decisões quando se trata do seu dinheiro. Os guias que oferecemos e as informações que providenciamos são transparentes e isentas. Nós apresentamos os prós e contras das opções atualmente disponíveis. Esperamos que encontre o que é melhor para você!

VEJA TAMBÉM...

corretoras de investimentos
Guia de Corretoras

Corretoras de Investimentos

Já sabemos que a poupança não é a melhor alternativa para quem quer investir, não é mesmo? No meio dessa jornada, temos as corretoras de investimento. Entenda como funcionam esses "shoppings financeiros". ...

Guia de Bancos

Banco Next

Atrelado ao Banco Bradesco, o Next se apresenta com um visual bastante atraente para quem deseja migrar para uma conta digital. Confira suas vantagens e desvantagens segundo o Gorila....

Mercado

MORNING CALL – 25/11/20

Mercados Globais: Véspera de feriado de Ação de Graças nos EUA, mercados operam em leve queda, aproveitando para realizar o lucro após o rali global de ontem. Dados de atividade podem indicar o nível de retomada da economia em meio a temores com avanço de ca...

mercado bitcoin
Artigos

Gorila reforça parceria com Mercado Bitcoin

Ao integrar as duas contas, o investidor tem sincronizado a compra e venda de diversas criptomoedas, além de acompanhar a rentabilidade ...

Mercado

MORNING CALL – 12/01/21

Mercados Globais: Os futuros de Nova York operam com alta moderada, as bolsas europeias estão no negativo, já o petróleo tem alta firme. Hoje vence o prazo para que o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, responda se vai usar a 25ª emenda para tirar de Trump ant...

Dashboard Gorila Invest

Gorila Invest

A melhor plataforma para
controlar seus investimentos

Uma nova forma de olhar para o seu dinheiro. Tenha suas informações financeiras consolidadas em um único lugar

Registre-se agora

Faça seu login

ou
Esqueceu sua senha?
AINDA NÃO TEM CONTA?
Cadastre-se