7 indicadores fundamentalistas essenciais para o investidor - Gorilando

Artigos

7 indicadores fundamentalistas essenciais para o investidor


Quem deseja investir em ações com foco no longo prazo precisa saber mais sobre indicadores fundamentalistas. Confira os principais pontos sobre a análise!

03/02/2020

O assunto de hoje são os indicadores fundamentalistas. Você deve imaginar que investir na renda variável pode ser uma tarefa complexa. Afinal, é preciso entender sobre o mercado financeiro e aprender a avaliar as alternativas de investimentos disponíveis. No caso de ações, você deve saber, ainda, analisar empresas.

Os investidores que têm foco no longo prazo costumam realizar essa avaliação por meio dos indicadores que compõem a análise fundamentalista. 

Quer saber mais sobre esta análise e conferir os 7 principais indicadores fundamentalistas que lhe ajudam a tomar boas decisões de investimento? Então confira este conteúdo!

O que é a análise fundamentalista?

Existem, basicamente, duas práticas principais para analisar ações e outros ativos da renda variável: a análise técnica e a análise fundamentalista. A primeira tem um objetivo mais voltado ao curto prazo e observa, principalmente, as variações no preço dos papéis.

Já a análise fundamentalista foca no longo prazo. Com isso, investidores que a utilizam estão mais interessados nos fundamentos das empresas do que no valor que as ações são negociadas. Mas o que seriam esses fundamentos?

De forma resumida, uma análise que considera os fundamentos procura verificar se determinada empresa apresenta saúde financeira e organizacional. Além de observar se ela tem bom potencial de crescimento e valorização.

A lógica por trás disso é simples: no longo prazo, empresas que mantenham indicadores positivos em relação à sua saúde poderão trazer boas oportunidades para os investidores. Estas oportunidades podem vir, por exemplo, a partir da valorização das ações ou pelo pagamento de bons dividendos.

Essa técnica de refletir sobre os fundamentos de uma empresa foi bastante difundida pelo investidor americano Benjamin Graham no século passado – e muito utilizada nos dias de hoje por grandes investidores  mundiais, como Warren Buffet. Sabendo disso, vale a pena conhecer mais sobre o assunto, certo?

Quais são os principais indicadores fundamentalistas?

Quem realiza uma análise fundamentalista precisa se orientar por alguns indicadores fundamentais das empresas. Eles podem ser quantitativos (como os resultados financeiros do negócio) ou qualitativos.

Os fundamentos qualitativos dizem respeito a questões que não se resumem a números – por exemplo, a maturidade da gestão da companhia ou o espaço que ela ocupa no mercado.

 Confira agora os 7 principais indicadores fundamentalistas que merecem sua atenção.

1. Balanço patrimonial

O balanço patrimonial é um dos mais importantes documentos de uma empresa. Ele realiza um diagnóstico preciso da situação atual do negócio, representando seus ativos e passivos. Dessa forma, é possível conhecer o patrimônio líquido.

Os ativos de uma empresa são os bens que ela possui. Enquanto isso, os passivos se referem ao que ela deve. 

Logo, o patrimônio líquido é calculado pela diferença entre esses dois números e indica a situação financeira da companhia. Ou seja, mostra se ela tem reservas maiores do que suas dívidas.

2. Demonstrações financeiras

Além do balanço patrimonial, outros documentos são fundamentais para que se possa compreender a realidade atual de uma empresa. É o caso do demonstrativo de resultado do exercício (DRE), do demonstrativo de fluxo de caixa e do demonstrativo de lucro acumulado.

Esses são indicadores quantitativos que promovem uma análise das movimentações de dinheiro em um negócio. As informações relativas a eles devem ser publicadas periodicamente pelas empresas com capital aberto na bolsa de valores.

A DRE é muito buscada pelos investidores que praticam a análise fundamentalista na escolha de seus ativos. Isso porque ela mostra o resultado da companhia em um ano — indicando se ela obteve lucro ou prejuízo.

3. Preço / lucro

Esse é um indicador múltiplo, isto é, ele representa a relação entre dois elementos. No caso, o preço da ação e o lucro projetado para cada papel. A análise desse aspecto permite que o investidor entenda quando um ativo está caro ou barato em relação ao resultado que ele pode proporcionar.

O mais indicado é que o preço / lucro seja avaliado na comparação entre papéis de diversas empresas de um mesmo setor. Quando o índice é baixo, o valor da ação está sendo negociado com desconto. Se acontecer o contrário, o ativo pode ser considerado caro.

4. Preço/ valor patrimonial

Esse é mais um indicador múltiplo. Agora, os índices avaliados são o preço da ação e o valor patrimonial da empresa — esse elemento é resultado de um cálculo que divide o patrimônio líquido da companhia pelo número de ações que ela emitiu.

De maneira simples, o preço / valor patrimonial dá a relação entre o valor de mercado e o valor contábil do negócio. Quando esse indicador é baixo, o papel está sendo negociado com desconto em relação ao patrimônio.

5. Dívida bruta / patrimônio líquido

Os dois indicadores múltiplos que apresentamos anteriormente se referem à relação entre investimento e empresa. Esse está ligado diretamente aos resultados financeiros da companhia — e mostra o quanto ela está endividada.

Isso significa que conhecer o índice de dívida bruta / patrimônio líquido lhe proporciona entender o nível de endividamento de um negócio. Vale destacar que esse fundamento não deve ser analisado de maneira descontextualizada, já que as dívidas nem sempre significam resultados ruins.

6. Dividend Yield

Muitos investidores que montam uma carteira de ações visando o longo prazo estão em busca de uma renda passiva oriunda dos dividendos. Para eles, o indicador Dividend Yield é um dos mais importantes na análise fundamentalista.

Ele representa a relação entre os dividendos pagos e o preço de cada ação comprada. Com isso, é resultado de uma equação que divide o dividendo de um papel pelo preço dele. Assim, você consegue avaliar o retorno que está sendo oferecido pelo investimento.

7. Valor intrínseco

Dizer que um investidor tem uma visão de longo prazo na bolsa de valores não significa que o preço de uma ação não é relevante. Como você viu, diversos indicadores são calculados considerando esse fator.

Além disso, ele oferece importantes informações acerca do potencial de valorização dos papéis. Por esse motivo, muitos investidores buscam comprar ações que sejam negociadas por um valor menor do que poderiam ser.

O valor intrínseco ou justo é aquele que reflete os resultados financeiros da empresa (atuais e projetados). Avaliando isso, um investidor consegue aproveitar oportunidades de adquirir papéis com um preço menor, na expectativa que se valorizem até seu valor justo.

Esses foram 7 dos principais indicadores fundamentalistas utilizados na análise de ações para o longo prazo. 

Vale destacar que eles não devem ser analisados de maneira isolada. O ideal é fazer uma observação ampla sobre as empresas para tomar decisões mais eficientes na bolsa!

Quer realizar investimentos cada vez melhores? Confira dicas para investir em ações sem medo!

O Gorila oferece ferramentas para que você possa entender as opções de investimentos e tomar as melhores decisões quando se trata do seu dinheiro. Os guias que oferecemos e as informações que providenciamos são transparentes e isentas. Nós apresentamos os prós e contras das opções atualmente disponíveis. Esperamos que encontre o que é melhor para você!

VEJA TAMBÉM...

corretoras de investimentos
Guia de Corretoras

Corretoras de Investimentos

Já sabemos que a poupança não é a melhor alternativa para quem quer investir, não é mesmo? No meio dessa jornada, temos as corretoras de investimento. Entenda como funcionam esses "shoppings financeiros". ...

Guia de Bancos

Banco Next

Atrelado ao Banco Bradesco, o Next se apresenta com um visual bastante atraente para quem deseja migrar para uma conta digital. Confira suas vantagens e desvantagens segundo o Gorila....

Artigos

Gestão passiva x gestão ativa: conheça as diferenças!

Você já ouviu falar da gestão passiva e gestão ativa de investimentos? Ambas podem ser interessantes, mas são bem diferentes. Entenda mais! ...

Artigos

5 Resoluções de Ano Novo para Cuidar Melhor do seu Dinheiro em 2019

Boa parte das pessoas costuma fazer ao menos uma resolução de ano novo, principalmente quando o assunto é finanças. Talvez poupar mais, cortar alguns gastos, aumentar a renda. Mas nem sempre é fácil colocar tudo em prática e chegar no final do ano seguinte c...

Guia de Bancos

PagBank

O Gorila foi dar uma conferida no PagBank, conta digital do PagSeguro. Ele tem um cartão de crédito pré-pago internacional sem anuidade, mas alguns custos em uns serviços básicos como o saque....

Dashboard Gorila Invest

Gorila Invest

A melhor plataforma para
controlar seus investimentos

Uma nova forma de olhar para o seu dinheiro. Tenha suas informações financeiras consolidadas em um único lugar

Registre-se agora

Faça seu login

ou
Esqueceu sua senha?
AINDA NÃO TEM CONTA?
Cadastre-se