Quais ações foram melhor em 2020: Small caps ou Blue chips?

Em meio à turbulência de 2020, será que as small caps conseguiram superar as gigantes blue chips? Descubra neste artigo.
small caps; blue chips
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Em meio à turbulência deste ano, será que as pequenas empresas conseguiram superar as grandes corporações? Quer saber qual carteira teve melhor performance no ano até agora? Confira a seguir  o comparativo entre as Small caps e as Blue chips! 

Aproveite para acompanhar as notícias do mercado financeiro pelo nosso canal do Telegram. 

O que vamos analisar?

Selecionamos as 5 maiores empresas da bolsa em termos de valor a mercado (market value) e boletamos no Gorila para visualizar a rentabilidade acumulada no ano de 2020. 

Nesta carteira os pesos foram ponderados pelo tamanho da companhia. Para saber mais, leia sobre índice ponderado pela capitalização (em inglês Capitalization-Weighted Index)

Seguindo a mesma lógica, selecionamos as 5 maiores small caps de valor a mercado de até R$ 6 bilhões, limite conforme apresentamos no artigo Small caps.

O objetivo é verificar qual conjunto teve melhor desempenho neste ano de crise. Será que foram as pequenas e novas empresas ou foram as gigantes tradicionais?

Iremos comparar as duas carteiras com o mesmo aporte de capital: aproximadamente R$10.000.  

Carteira Blue Chip

As empresas de maior valor a mercado no fechamento do último dia útil de 2019 são as seguintes:

Vale lembrar que esses 5 nomes juntos compõem mais de 35% do índice Ibovespa, de tamanha relevância que tem no mercado brasileiro.

Para saber mais sobre as características dessas ações, veja o artigo sobre as Blue Chips

Dados extraídos pelo Gorila mostrando a rentabilidade acumulada desde o início do ano

O momento de pior rentabilidade acumulada foi no dia 23 de março, com queda de 48,41%. A volatilidade no período foi de 53,34% e o desempenho da carteira até o dia 25 de agosto foi de contração de 23,95%. Com isso, o patrimônio financeiro é R$ 7.711,15.

Carteira Small Cap

Já as companhias mais relevantes de menor capitalização são:

Abaixo o desempenho acumulado desta carteira no ano, cujos dados foram extraídos pelo Gorila.

Através do relatório do Gorila é possível conferir a rentabilidade, total de ganhos/perdas e volatilidade da carteira

Nesta carteira, a queda máxima foi 54,85%, não por acaso também no dia 23 de março. A volatilidade nesse caso foi maior, de 64,53% e a rentabilidade acumulada foi de perda de 28,84%, resultando em R$ 7.170,82 de patrimônio.

Leia também

Top 5 ações: veja as maiores altas e baixas

Risco x Retorno

Com essa análise entre as Small Caps e Blue Chips, pode-se ver que os ativos de grande capitalização tiveram um desempenho melhor em todos os aspectos:

Gorila Explica

As Blue Chips, além do alto valor a mercado, têm reputação mais sólida, forte geração de caixa e são líderes no seu setor de atuação, o que garante maior estabilidade e resiliência em momentos de crise.

Já as ações Small Caps costumam ser mais arriscadas por serem mais novas e apresentar menor liquidez. Apesar de alto potencial de valorização, em momentos de tensão o investidor foge de ativos de risco e procura segurança.

Fica claro a importância de uma boa escolha dos papéis. Enquanto os nomes mais tradicionais foram mais resistentes às instabilidades de 2020, as empresas menores ainda não fecharam o gap de queda, o que pode ser uma oportunidade de entrada interessante neste momento.

Acompanhe sua rentabilidade 

Acompanhe o desempenho da sua carteira pela plataforma do Gorila.

Siga nossas mídias para ficar por dentro do mercado financeiro: Facebook, Instagram, Twitter , Linkedin e Telegram

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais

Leia mais