MORNING CALL – 16/11/20

Morning Call 17-01-22
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Mercados Globais: Bom humor global com a assinatura do maior acordo comercial do mundo, que envolve 15 economias da Ásia e do Pacífico com o objetivo de reduzir tarifas. Ademais, os indicadores da China e do Japão superaram expectativas, indicando recuperação da pandemia. Além disso, a visão de que um novo lockdown nos EUA será improvável, mesmo sob a administração de Joe Biden, também ajuda. Com isso, bolsas Asiáticas encerraram com forte alta, Europa opera com ganhos e futuros de NY sobem. Por fim, petróleo avança com a expectativa de que a Opep+ manterá os atuais cortes na oferta da commodity além do prazo previsto.

Coronavírus: A Moderna acaba de anunciar que testes preliminares indicam que sua vacina contra a covid tem 94% de eficácia

Bolsa: O Ibovespa tende a se beneficiar do otimismo externo, enquanto o dólar deve se manter volátil pela desconfiança sobre a situação fiscal do País. Investidores atentos à entrevista do presidente do BC, Roberto Campos Neto, sobre o PIX, mas que pode falar sobre inflação, risco fiscal e o novo programa de microcrédito que o governo pretende lançar como uma das alternativas após o fim do auxílio emergencial.

Ibovespa: O índice encerrou a sexta-feira na máxima intradiária aos 104.723,00 pontos (+2,16%).

Ações: Destaques foram YDUQ +9,8%, IRB +7,7%, GNDI +7,5%, além de Petrobras (+3,3%). Do lado negativo, MULT -2,3%, MGLU -1,5% e CSN -1,2%.

Juros: Na última sessão a curva perdeu um pouco de inclinação, com queda dos juros de longo prazo diante do bom humor exterior e o comprometimento de Guedes com o teto de gastos. Atenção para o IGP-10 de novembro.

Câmbio: Dólar vem apresentando intensa volatilidade, diante da situação fiscal do país preocupante.

Economia: No relatório Focus de hoje, o mercado melhorou a expectativa para o PIB deste ano, de -4,8% na semana passada, para -4,66%. O IPCA também foi revisado para cima, de 3,2% para 3,25% para em 2020. A perspectiva para o dólar também melhoro saindo de R$ 5,45 para R$ 5,41 para o final de 2020. Já a Selic se manteve em 2,00% para 2020 e em 2,75% para 2021.

Inscreva-se no nosso canal no Telegram

Acompanhe notícias e análises diárias do mercado financeiro.

Leia mais

Leia mais

Morning Call 17-05-22

Inflação recua 0,68% em julho

Morning Call 09-08-22 Brasil Sem grandes agitações no cenário internacional, o índice Bovespa seguia sua trajetória de valorização pela manhã, retomando a casa dos 109 mil pontos. Em dia de importantes divulgações para a economia

Morning Call 17-05-22

Rússia suspende fluxo de petróleo em oleoduto na Europa

Morning Call 10-08-22 Brasil Descolado dos mercados internacionais, o índice Bovespa registrou sua sexta alta consecutiva no dia de ontem, avançando 0,23%, puxado pelo bom desempenho das blue chips brasileiras. O mercado ainda digere os

Morning Call 17-05-22

Nos EUA, resultado do CPI vem abaixo do esperado

Morning Call 11-08-22 Brasil O principal índice da bolsa brasileira registrou a sétima alta consecutiva no pregão da última quarta-feira, retomando a casa dos 110 mil pontos, maior patamar verificado desde junho. O dólar também