MORNING CALL – 07/12/20

Morning Call 17-01-22
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Mercados Globais: A 2ª onda de covid preocupa na retomada econômica, reforçando a pressão para aprovação do pacote fiscal nos EUA. Com isso, bolsas operam em queda, levando em consideração também o retorno da tensão entre EUA e China e o impasse do Brexit.

Política: O investidor avalia a decisão do STF de barrar a reeleição dos presidentes Rodrigo Maia (Câmara) e de David Alcolumbre (Senado), uma vez que isso pode tirar o foco do governo na agenda de reformas.

Ibovespa: Ibovespa encerrou na sexta-feira aos 113.750 pontos (+1,30%). Hoje a tendência é de queda e o índice futuro cai 0,40%

Ações: Destaques do último pregão foram commodities (Vale, Petrobras, CSN e Petrorio), enquanto do lado das perdas estavam as construtoras CYRE3 e MRVE3.

Juros: A curva recuou na sexta-feira com o apetite a risco internacional. Atenção hoje para o IGP-DI, principalmente pela proximidade do Copom.

Câmbio: Dólar à vista encerrou o último pregão cotado a R$ 5,1246 (-0,30%), pela expectativa de um acordo no pacote fiscal em Washington.

Acompanhe as notícias e análises de mercado pelo nosso canal do Telegram 

Inscreva-se no nosso canal no Telegram

Acompanhe notícias e análises diárias do mercado financeiro.

Leia mais

Leia mais

Morning Call 17-05-22

Ibovespa retoma sequência de altas

Morning Call 12-08-22 Brasil O índice Bovespa interrompeu sua sequência de sete pregões em alta na última quinta-feira, recuando 0,47% e fechando abaixo dos 110 mil pontos. O dólar também retomou sua alta, após semana

Morning Call 17-05-22

Prévia do PIB salta 0,69% em junho, acima das projeções

Morning Call 15-08-22 Brasil Após bons resultados econômicos domésticos e internacionais na semana passada, o principal índice da bolsa brasileira disparou quase 6%, fechando o pregão da sexta-feira acima dos 112 mil pontos. Pela manhã,

Morning Call 17-05-22

Petrobras anuncia 3º corte na gasolina

Morning Call 16-08-22 Brasil Apesar do maior pessimismo com a economia global, a bolsa de valores brasileira deu continuidade a sua trajetória recente de altas, encerrando acima dos 113 mil pontos, enquanto as taxas futuras