Descubra como calcular o valor do 13º salário

O pagamento do 13º salário é feito em duas parcelas: uma até 30 de novembro, e a segunda, até 20 de dezembro. Veja como fazer o cálculo.
cálculo 13º salário
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

SOUNDTRACK PARA OUVIR COM ESTE POST

Depois de um ano de trabalho está chegando a hora de receber o 13º salário. Mas você sabe como fazer o cálculo do valor do 13º salário? Se você trabalhou menos do que um ano a quantia a ser recebida será proporcional aos meses trabalhados. Acompanhe o artigo para descobrir essa continha.

Primeiro vale dizer que o 13º salário é uma gratificação de natal, com cunho de direito social, previsto na Constituição Federal. O valor corresponde à divisão da remuneração integral por doze e a multiplicação do resultado pelo número de meses trabalhados.   

Todo ano o pagamento do 13º é realizado em duas parcelas: a primeira, até 30 de novembro, e a segunda, até 20 de dezembro.  Mas um ponto que muitas pessoas não percebe é que o valor das parcelas é diferente. Sabe porque? 

Na primeira parcela a empresa deposita até 50% do valor do benefício. Já a segunda parcela equivale ao salário bruto do mês de dezembro, com os descontos de Imposto de Renda, INSS e do valor da primeira parcela que você já recebeu. 

Por isso, não se engane pensando que vai receber o mesmo da primeira parcela. Elas não são repartidas igualmente!   

Se o funcionário foi contratado no meio do ano, o benefício é menor do que o salário cheio. Nesse caso, é recebido o 13º proporcional ao número de meses trabalhados.

Lembrando que só recebe o benefício cheio quem trabalha na empresa desde janeiro ou antes, sendo que em janeiro é preciso ter trabalhado ao menos 15 dias. 

Trabalhadoras em licença maternidade recebem o 13º salário normalmente, assim como quem se afastou por auxilio-doença ou acidente de trabalho. Estagiário não tem direito ao benefício. 

Como fazer o cálculo do 13º salário proporcional

Quem trabalhou o ano inteiro ganha um salário extra igual ao seu pagamento normal. Então a conta é bem simples. No caso de um salário mínimo fica assim: 

R$ 998 ÷ 12 (meses do ano) = R$ 83,166 

R$ 83,166 x 12 (meses trabalhados) = R$ 998 

Valor do 13º: R$ 998 (sem os descontos)

Mas vamos ver um exemplo de quem trabalhou 8 meses durante o ano.

R$ 998 ÷ 12 (meses do ano) = R$ 83,16 

R$ 83,16 x 8 (meses trabalhados) = R$ 665

Valor do 13º proporcional: R$ 665 (sem os descontos)

Atenção! A empresa também pode pagar a primeira parcela do 13º salário junto com as férias do empregado, mas só se o funcionário pedir isso. 

Outra coisa é que se você trabalhou menos do que 15 dias no mês que entrou na empresa, esse mês não entra na conta do 13º. 

Como fazer o cálculo da segunda parcela do 13º salário

Para calcular a segunda parcela, você precisa dividir o valor do salário de novembro por 12 e multiplicar o resultado pelos meses trabalhados até dezembro. Depois disso, basta tirar os descontos: Previdência Social, Imposto de Renda e pensão alimentícia (se houver). Por último, subtraia o valor da primeira parcela já recebida.

No caso do Imposto de Renda, ele segue tabela progressiva e os rendimentos até R$ 1.903,98 estão isentos da retenção do imposto. O INSS também tem uma tabela. Confira abaixo como fica o desconto para cada faixa salarial. 

Tabela com dados sobre os descontos do INSS e Imposto de Renda para ajudar no cálculo 13º salário
A segunda parcela do 13º salário inclui os descontos do INSS e Imposto de Renda

O cálculo do 13º também considera outros ganhos, como adicionais noturnos, de insalubridade, de periculosidade, além da média de outros valores recebidos como horas extras, bônus e comissões. 

O que fazer com o 13º salário?

Depois de entender como calcular o valor do 13º salário é hora de planejar os gastos. Nem tudo são festas de fim de ano. Veja seu orçamento e o quanto consegue poupar para quem sabe começar o ano investindo uma graninha. É uma boa ideia, não?

Enfim, depois de um ano de trabalho a melhor coisa é pensar direitinho onde gastar o 13º. Afinal, não foi fácil conquistá-lo, né? E o Gorila está aqui para ajudar a acompanhar a rentabilidade dos seus investimentos em um único lugar. 

Curtiu?

Aproveite para compartilhar este artigo pelas redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin e Telegram

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais

Leia mais