Bolsa promove pela 4ª vez “Ring the Bell for Gender Equality”

Evento “Ring the Bell for Gender Equality” acontece em mais de 75 bolsas ao redor do mundo em prol da equidade de gênero
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Com o intuito de aumentar a conscientização sobre o empoderamento econômico das mulheres, a B3 promoveu pela quarta vez o “Ring the Bell for Gender Equality”. A iniciativa acontece em mais de 75 bolsas ao redor do mundo e é uma parceria da Sustainable Stock Exchanges Initiative (SSE) em conjunto com o Pacto Global, ONU Mulheres, International Finance Corporation (IFC), Women in ETFs (WE) e World Federation of Exchanges (WFE). 

O Gorila acompanhou o evento, no dia 9 de março, que trouxe para debate dois painéis sobre a responsabilidade dos agentes econômicos financeiros acerca da desigualdade de gênero nas empresas. 

Entre os dados apresentados está de que companhias cofundadas por mulheres geram maior receita. A cada US$ 1 investido na empresa, as mulheres geraram US$ 0,78, enquanto os homens geraram apenas US$ 0,31.

“Estudos de consultoria apontam que a igualdade de gênero, por exemplo, gera inovação, aumenta produtividade. A presença de mulheres em cargos de liderança contribui muito para soluções mais eficientes de problemas porque trazem perspectivas diferentes baseadas nas experiências, que diferem das experiências masculinas”, destacou Gilson Finkelsztain presidente da B3. 

Porém, há desigualdade até mesmo no valor que investem em startups, sendo que em empresas com fundadores homens o aporte de capital de risco é de US$ 2,1 milhões enquanto que para mulheres é de apenas US$ 935 mil. 

Nina Silva, criadora do movimento Black Money, trouxe o dado de que só 16% das CEOs são mulheres, mas apenas 8% não-herdeiras: “Queremos nosso bolo, não dividir migalhas”. 

Para Ana Carla Abrão, CEO da consultoria Oliver Wyman, a mudança vem a partir da conscientização e da mobilidade. “Gosto da palavra empoderamento por que está tudo lá. Essa nova geração é mais engajada. As mulheres têm clareza do papel e forma de se colocar”, ressaltou. 

Ao final do ”Ring the Bell for Gender Equality. o esperado toque da campainha como forma de sensibilizar o setor privado da importância de promover ações de igualdade de gênero. 

Saiba mais

Aproveite para conferir o artigo que preparamos sobre mulheres que inspiram nas finanças

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais

Leia mais

corretoras para investir no exterior
ações

Conheça 11 corretoras para investir no exterior

O Itaú comprou a Avenue, uma das principais e mais conhecidas corretoras para investir no exterior. Mas o promissor mercado de investimentos internacionais conta com diversas opções de plataformas, que atendem tanto investidores inexperientes quanto avançados. Conheça 11 corretoras para negociar ativos em dólar e diversificar a carteira!