Aprenda finanças com mulheres que inspiram

Quebrando a predominância masculina no ambiente financeiro, Nathalia Arcuri e Helô Cruz são algumas das mulheres que inspiram nas finanças.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Entrar no mercado financeiro não é uma tarefa fácil para as mulheres, que ainda encontram barreiras para desenvolver o seu trabalho. Porém, com empenho e força de vontade esse cenário aos poucos vem mudando. Preparamos então um artigo especial para que você possa conhecer algumas mulheres que inspiram no universo das finanças. 

O ambiente financeiro sempre foi predominantemente masculino, tanto que hoje apenas 24% dos CPFs cadastrados na bolsa são de mulheres e 31,4% representa o total daquelas que investem no Tesouro Direto

mulheres que inspiram - gráfico  com a distribuição das mulheres no mercado financeiro brasileiro

Visando contornar essa situação, várias mulheres começaram com movimentos para ampliar o conhecimento em finanças e investimentos do público feminino. Fizemos uma seleção com alguns vídeos e cursos que ajudam no empoderamento das mulheres e na liberdade para controlar seu dinheiro. Confira.

Nathalia Arcuri

Sem dúvidas, um nome bastante conhecido é o da jornalista Nathalia Arcuri. Criadora do canal Me Poupe!, desde 2015 ela vem transmitindo informações sobre finanças pessoais através de uma comunicação direta e educativa.

Seu canal no Youtube é o maior do mundo sobre a temática. Já são mais de 4 milhões de inscritos que acompanham dicas de como eliminar gastos desnecessários, como juntar dinheiro ou mesmo como funcionam diversos investimentos. 

EconoMirna

Com um jeito simples e divertido, Mirna Borges mostra no EconoMirna que o mundo das finanças pode ser fácil. Desde 2016, as mulheres podem aprender a poupar, ter o controle financeiro, investir com pouco dinheiro e até atingir o sucesso financeiro. 

Explica Ana

Ana Laura Magalhães comanda o Explica Ana, seu perfil no Instagram que aborda o mercado financeiro de um jeito diferente. Este ano, Ana foi figurou na revista Forbes que destacou alguns nomes da economia e da web com menos de 30 anos. 

Nathi Finanças

Mais um exemplo de mulheres que inspiram nas finanças é a Nathi Finanças. Com mais de 80 mil inscritos em seu canal, ela conta como as pessoas podem usar o dinheiro para não ficar no apuro no fim do mês. As dicas são focadas principalmente para que as classes mais baixas tenham educação financeira. 

Financial Feminism BR

Liderado por Elaine Fantini, Mariana Ribeiro e Itali Collini, o Financial Feminism visa ampliar a participação das mulheres quando o assunto é dinheiro. O movimento aposta na autonomia financeira das mulheres para a tomada de decisões, que geralmente acabam ficando nas mãos do pai ou marido. 

Aliás, o Gorilando já entrevistou a Elaine Fantini, lembra? Confira nossa entrevista com Elaine Fantini, co-fundadora do Financial Feminism Brasil

Cursos

Stoxos

Mãe de três filhos, a engenheira e gestora da Stoxos Heloísa Cruz oferece cursos e palestras sobre investimentos e educação financeira. As aulas vão desde as mais básicas para quem ainda está iniciando no mercado financeiro até um curso de valuation para tomar melhores decisões na hora de comprar ações. O nome da Helô, aliás, também já deve ter soado aos seus ouvidos por conta da Batalha de Carteiras, né? Inclusive, ela já esteve à frente do ranking em diversos meses da competição!

Finanças Femininas

Com o intuito de levar o empoderamento feminino através da educação financeira, Carol Sandler comanda o Finanças Femininas. Além de canal no Youtube e site, Carol faz palestras e cursos para que as mulheres tenham poder de tomar a melhor decisão. Um exemplo é quando chega a hora de sair da casa dos pais e o que é preciso para se organizar financeiramente. 

GIMI

As mulheres que ainda estão começando nas finanças podem se interessar pelo GIMI (Grupo Independente de Mulheres Investidoras) Network. A plataforma de educação financeira é voltada para mulheres de qualquer idade para que não sejam surpreendidas em caso de divórcio ou viuvez, além de aprenderem a cuidar do próprio dinheiro.

Há dois serviços principais: os cursos de curta duração, presenciais, sobre finanças e temas relacionados; e um grupo de troca de informação, uma espécie de comunidade, que terá eventos (almoços e bate-papos) e consultorias individuais com profissionais do mercado, exclusivas para membros, além da participação no grupo de WhatsApp.

Young Woman in Investment

Até o dia 6 de abril de 2020, estão abertas as inscrições para o programa Young Woman in Investment. O curso foi lançado pela CFA Society Brazil, braço local de cursos e eventos do CFA, e tem como objetivo incentivar mais mulheres universitárias a entrarem no mercado financeiro.

Após a carga horária mínima, as alunas podem ter um estágio remunerado nas empresas parceiras, como J.P. Morgan, Safra, Itaú Unibanco, Bradesco Asset Management, BTG Pactual, entre outros. 

Curtiu aprender finanças com mulheres que inspiram na área? Aproveite para conferir o artigo que o Gorilando fez sobre o crescimento das mulheres na economia e no mercado financeiro

Já segue as redes sociais do Gorila?

É por lá que você acompanha as novidades e pode compartilhar este artigo. Anota aí os endereços:  Facebook, Instagram, Twitter ou Linkedin!

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais

Leia mais

ações

Melhores ações maio 2022: altas e baixas

O Ibovespa encerrou o mês passado com alta de 3,22%. Entenda o contexto desse período e veja quais foram as piores e melhores ações de maio de 2022.