Entenda a diferença entre ações ordinárias e preferenciais

As ações ordinárias são aquelas que permitem votar nas assembleias enquanto as preferenciais dão direito a receber primeiro os dividendos.
ações ordinárias e preferenciais
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Como sabemos, as ações representam uma fração do valor de uma empresa de capital aberto. Pois bem, e na hora de decidir investir parte da sua grana em papéis é preciso entender a diferença entre ações ordinárias e preferenciais. 

Além de todo o leque diversificado de empresas, um ponto que merece atenção na hora do investimento é se você quer optar por uma ação ON (Ordinária Nominativa) ou PN (Preferencial Nominativa). E o que isso difere, você deve estar se perguntando.

Basicamente, a diferença entre as letrinhas está no fato de que nas ações preferenciais, como o nome sugere, há a preferência na distribuição de dividendos enquanto que quem possui papéis ON tem direito a votos nas assembleias da empresa. 

Continue a leitura para ficar por dentro dos detalhes!

Ações ordinárias

As ações ordinárias são sempre identificadas pelo número 3 no final da indicação dos papéis, como em ABEV3 (Ambev). Isso ajuda a evitar confusão para quem está começando no universo das ações. A grande vantagem de comprar essas ações é a possibilidade de realmente fazer parte da companhia que você está virando acionista, através dos votos nas assembleias das empresas. 

Porém, no caso de pequenos investidores, a decisão de voto é bastante limitada. Isso acontece por conta do número de ações, porém quem investe em ações ordinárias tem um benefício a mais chamado “tag along”.

E o que isso significa?

Com o tag along, em caso de mudança no controle acionário da empresa, aqueles que estão assumindo a posição devem comprar também a parte dos investidores minoritários, por pelo menos 80% do valor pago no início.

Na prática veja esse exemplo: uma empresa tem suas ações ON distribuídas com 75% entre o grupo dos controladores e 25% entre os acionistas minoritários (que é quem investe na Bolsa).

Se uma companhia quiser adquirir a empresa ela vai ter que fazer uma oferta para o grupo controlador (que tem 75%) e oferecer aos minoritários a compra de suas ações por no mínimo 80% do valor do valor proposto para os controladores. Isso explica porque as ações ON se valorizam bastante após a mudança do controle acionário. 

Ações preferenciais 

As ações preferenciais podem ser interessantes para quem pensa numa capitalização a longo prazo. A razão é que a rentabilização é baseada em dividendos, com porcentagens maiores nos lucros do que àqueles que escolhem pelas ordinárias. Investidores que possuem ações preferenciais recebem, de acordo com a Lei das Sociedades Anônimas, no mínimo 10% a mais do que o valor pago por ação de quem tem ação ordinária. 

Outra diferença é que as ações preferenciais levam o número 4 no final do seu código, como, por exemplo, PETR4 (Petrobras) ou ITUB4 (Itaú Unibanco).

Ações preferenciais classe A e B

As ações preferenciais podem ainda terminar em outros números, sendo divididas em duas classes: A e B.

Assim, o código 5 costuma ser utilizado para indicar as ações preferenciais da classe A, onde há o pagamento mínimo do dividendo.

Já o código 6 é usado para designar as ações preferenciais da classe B, que tem um valor pré-estabelecido do dividendo. 

Leia também:
Descubra como investir na Bolsa de Valores
Ações isentas de IR: descubra quais papéis têm esse benefício

Qual a diferença entre ação ordinária e preferencial?

As ações preferenciais muitas vezes têm maior liquidez, por conta do volume que é negociado diariamente na Bolsa de Valores. Assim, elas também costumam ter formação de preço melhor que as ações ordinárias.

Porém, antes de realizar as negociações de compra, é bom analisar as características e o momento de cada uma das ações preferenciais e ordinárias.

É importante ressaltar que a escolha de qual tipo de ação investir vai do investidor e o tipo de estratégia para ampliar seu patrimônio. Veja também um artigo onde abordamos alguns mitos e verdades sobre as ações

Acompanhe suas ações com praticidade

Já conhece a plataforma do Gorila? Lá você acompanha a rentabilidade dos seus investimentos num só lugar, além da evolução do seu patrimônio em diferentes classes de ativos, como ações, fundos, ETFs e criptomoedas.

Dashboard da plataforma do Gorila trazendo dados sobre a rentabilidade do patrimônio, incluindo ações ordinárias e preferenciais
Dashboard da plataforma do Gorila trazendo dados sobre a rentabilidade do patrimônio

Aproveite para seguir as nossas redes sociais para ficar por dentro de diversos temas do mercado: FacebookInstagramTwitterLinkedIn e Telegram!  

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais

Leia mais